Rádio Panorama








EMPREENDA COM SUCESSO!









Como abandonar-se nas mãos de Deus?

12/03/2019

Por Prof. Paulo R. Labegalini

Para responder esta pergunta - título do artigo - é preciso ter fé. Quem crê em Deus e comunga com Seus planos de salvação, sabe que a esperança de receber a Sua misericórdia sempre existe e, assim, pode entregar-se completamente a Ele de diversas maneiras: na oração; na caridade; no serviço em comunidade; nas obras das pastorais; no anúncio do Evangelho; na obediência dos Mandamentos; na santa caminhada da Igreja etc. Tudo se baseia na fé - que deve ser "alimentada" dia-a-dia através do esforço pessoal de cada um de nós.

Mas, o que é a fé? A Bíblia explica: “A fé é um modo de já possuir o que ainda se espera, a convicção acerca de realidades que não se veem” (Hb 11, 1). Portanto, quem se abandona em Deus de corpo e alma é porque tem muita fé.

Confiar na Providência Divina não é dar um pulo no escuro ou correr o risco de decepcionar-se; é tomar a decisão certa, usando toda sabedoria que o Espírito Santo nos concede – para a nossa própria salvação!

Eu sempre digo que tendo fé, saúde e paz, o resto a gente corre atrás. E quando nos falta saúde ou paz, é ainda mais importante nos fortalecermos na fé para recuperarmos o bem estar físico e espiritual, concorda?

Sempre digo também que a maior herança que deixamos aos nossos filhos é a fé que colocamos em seus corações. Os pais que dão bons exemplos de fé católica aos seus descendentes, plantam vida em abundância nas gerações futuras – com raízes firmes, profundas e responsáveis por frutos cada vez mais abençoados.

Pois é, quem tem fé vai longe! Foi Jesus quem disse: “Todo aquele que pede, recebe; aquele que procura, acha; e ao que bater, se lhe abrirá” (Lc 11, 10). E, ao curar um cego perto de Jericó, exclamou: “Tua fé te salvou” (Lc 18, 42). Portanto, seguir Jesus Cristo com humildade e mansidão é o mesmo que estar caminhando para o Céu numa estrada que nos conduz à verdadeira felicidade. A cada passo, a fé se renova e a presença de Deus se torna mais visível.

Eu não conheço alguém que tenha se arrependido de ter se abandonado nas Mãos de Deus, imitando Nossa Senhora. Ela seguiu à risca a voz que saiu da nuvem, dizendo: “Este é o meu Filho, o Escolhido. Escutai o que Ele diz” (Lc 9, 35). E, tendo passado por tantas provações, Maria Santíssima também foi agraciada por esta promessa de seu Filho, no Sermão da Montanha:

“Bem aventurados sereis quando vos caluniarem, quando vos perseguirem e disserem falsamente todo o mal contra vós por causa de mim. Alegrai-vos e exultai, porque será grande a vossa recompensa nos céus, pois assim perseguiram os profetas que vieram antes de vós” (Mt 5, 11-12).

Paulo Roberto Labegalini

Prof. Dr. Paulo Roberto Labegalini é engenheiro graduado pela Faculdade de Engenharia Civil de Itajubá, especializado em Matemática Superior pela Faculdade de Filosofia e Letras de Itajubá, mestre em Ciências pela Escola Federal de Engenharia de Itajubá e doutor em Qualidade pela Escola Politécnica da USP.

É autor de 7 livros e mais de 100 artigos publicados nas áreas de gerência geral, qualidade e educação; professor do Instituto Federal Sul de Minas em Pouso Alegre; e vicentino na Comunidade Nossa Senhora do Sagrado Coração em Itajubá. Confira sua coluna "Mensagens para o Coração".


Voltar



Anuncie   •   Assine o newsletter   •   Contribua com conteúdo   •   Fale conosco

© 2010 CONEXÃO ITAJUBÁ - Site desenvolvido por B2ML Sistemas utilizando o sistema de gerenciamento de conteúdos b2mlportal.