Rádio Panorama








EMPREENDA COM SUCESSO!









O que você herdará?

02/12/2018

Por Prof. Paulo R. Labegalini

Sempre que assisto uma missa, tenho pena de quem está afastado dos caminhos do Senhor e nem ao menos se dá ao direito de ouvir o chamado que Ele todos os dias nos faz ? como no Evangelho de hoje, sexta, 30 de novembro.

É difícil de acreditar, mas tem gente que leva a vida como se tudo terminasse aqui na terra – sem se preocupar com o julgamento final. Não é para ter pena e procurar evangelizar essas pessoas?

Nós, leigos, temos a obrigação de ajudar os sacerdotes na missão de levar o Evangelho a todos e, assim, tentar evitar a condenação de muitas almas. Portanto, se você conhece alguém que precisa entrar nos planos da salvação de Deus, arregace as mangas e ajude a combater os pecados do mundo. Comece, por exemplo, pregando as palavras de Jesus Cristo, segundo São Mateus:

“Quando o Filho do homem vier em sua glória, acompanhado de todos os anjos, então se assentará em seu trono glorioso. Todos os povos da terra serão reunidos diante dele, e ele separará uns dos outros, assim como o pastor separa as ovelhas dos cabritos. E colocará as ovelhas à sua direita e os cabritos à sua esquerda.

Então o rei dirá aos que estiverem à sua direita: ‘Vinde benditos de meu Pai! Recebei como herança o reino que meu Pai vos preparou desde a criação do mundo! Pois eu estava com fome e me destes de comer; eu estava com sede e me destes de beber; eu era estrangeiro e me recebestes em casa; eu estava nu e me vestistes; eu estava doente e cuidastes de mim; eu estava na prisão e fostes me visitar.’

Então os justos lhe perguntarão: ‘Senhor, quando foi que te vimos com sede e te demos de beber? Quando foi que te vimos como estrangeiro e te recebemos em casa, e sem roupa e te vestimos? Quando foi que te vimos doente ou preso, e fomos te visitar?’ Então o rei lhes responderá: ‘Em verdade eu vos digo, que todas as vezes que fizestes isso a um dos menores de meus irmãos, foi a mim que o fizestes!’

Depois o rei dirá aos que estiverem à sua esquerda: ‘Afastai-vos de mim, malditos! Ide para o fogo eterno, preparado para o diabo e para os seus anjos. Pois eu estava com fome e não me destes de comer; eu estava com sede e ...’ Portanto, estes irão para o castigo eterno, enquanto os justos irão para a vida eterna.” (Mt 25, 31-46) – Palavra da Salvação.

Diante de tanta sabedoria, seriam desnecessárias quaisquer outras explicações, mas vou tentar resumir algumas conclusões. Deus observa cada gesto nosso aqui na terra e, certamente, tudo será considerado no dia do juízo final. Mesmo que a nossa mão esquerda não saiba o que a direita andou fazendo, Nosso Senhor sabe exatamente qual foi a intenção de cada gesto nosso. Lembro também da letra daquele salmo que virou música famosa: “Senhor, eu sei que tu me sondas, sei também que me conheces. Se me assento ou me levanto, conheces meus pensamentos.”

Juntando isso tudo, conclua: o que você espera que a sua alma herdará? Lembre-se que só há duas opções: o castigo eterno ou a vida eterna. Tanto um destino quanto o outro são muito fáceis de conseguir e só depende de cada um de nós. Rezando e fazendo o bem, herdaremos o céu; caso a opção seja o inferno, basta abraçarmos as tentações do mal – que nos rondam a cada dia. E nem é preciso contar a ninguém, pois o Senhor nos sonda, não é mesmo?

Há pessoas que precisam de sinais de Deus para acreditar que o paraíso existe! Encontrando alguém assim, hoje eu contaria que o corpo do Papa João XXIII ainda se encontra conservado décadas após a sua morte – mesmo sem ter sido embalsamado! Ele, o chamado ‘Papa bom’, até já foi exposto na Capela de São Jerônimo, na Basílica de São Pedro, para visitação pública.

Dom Virgílio, Ex-Cardeal do Vaticano, declarou: “Uma vez retirado o tecido que o cobria, o rosto do abençoado apareceu intacto, com os olhos fechados e a boca ligeiramente aberta, conservando os traços que imediatamente lembravam a aparência do venerado Pontífice. Nada em seu corpo se decompôs. É como se ele tivesse morrido ontem – parecia tranquilo. A serenidade que teve em vida, ele levou consigo na morte.”

Sabemos que há centenas de corpos não deteriorados, após dezenas de anos enterrados – todos eram católicos e recebiam Jesus Cristo na Eucaristia diariamente! Quem não enxerga esses sinais – Deus mostrando o caminho da salvação –, o que pode esperar herdar após a morte?

Eu quero ir para o lugar onde as almas desses santos servos de Cristo estão. E você?

Paulo R. Labegalini

Vicentino, Ovisista e Cursilhista de Itajubá. Engenheiro civil e professor doutor do Instituto Federal Sul de Minas (Pouso Alegre - MG).


Voltar



Anuncie   •   Assine o newsletter   •   Contribua com conteúdo   •   Fale conosco

© 2010 CONEXÃO ITAJUBÁ - Site desenvolvido por B2ML Sistemas utilizando o sistema de gerenciamento de conteúdos b2mlportal.