Rádio Conexão Itajubá








EMPREENDA COM SUCESSO!









SÃO VICENTE DE PAULO

15/05/2018

Por Prof. Paulo R. Labegalini

No século XVII, época que tão admiráveis frutos produziu para a cristandade, acentuou-se a decadência da Idade Média. Na França, as guerras de religião tornavam o país continuamente devastado, o campo sem cultivo, as fortunas arruinadas, um sem-número de famintos e miseráveis refugiavam-se em Paris – aumentando de modo assustador a população da capital.

Os mendigos formavam exércitos que se apresentavam em grupos compactos, arma ao braço e blasfêmia nos lábios diante das igrejas, exigindo impiedosamente a esmola. Foi quando a Providência de Deus suscitou um homem de estatura verdadeiramente profética: São Vicente de Paulo.

Secundado por almas exponenciais e de grande misericórdia, como Santa Luísa de Marillac, Pe. Vicente deu início às obras de assistência aos necessitados e começou a modificar o triste panorama local. Fundou confrarias de caridade, onde recrutava jovens virtuosas para rápidas lições de curativos e exercícios espirituais, sob a direção de Santa Luísa, levando-as posteriormente para o trabalho caritativo nas diversas paróquias.

Semanalmente, o santo fundador reunia as Filhas de Caridade em familiares reuniões e lhes fazia perguntas sobre as virtudes cristãs, os votos e as Santas Regras. Assim, comentava as respostas: confirmando, esclarecendo ou corrigindo algum ponto.

Através das anotações de Santa Luísa de Marillac, a palavra viva, simples, convincente, penetrante e prática do sacerdote deram origem às regras de sabedoria e bom senso da Sociedade São Vicente de Paulo e de outras tantas obras de caridade em todo o mundo.

Em Itajubá, há 16 Conferências Vicentinas – mais de 150 membros entre consócias (mulheres) e confrades (homens). Graças ao espírito cristão de São Vicente, muitas famílias itajubenses recebem ajuda material e espiritual desses seus fiéis seguidores.

A caridade com amor é a senha para a vida eterna. Podemos nos santificar e conduzir almas ao céu por meio de amor ao próximo ou, com pesar, tentar justificar nosso comodismo e ganância a Deus, Nosso Senhor. A escolha é de cada um.

 

Paulo R. Labegalini

Vicentino, Ovisista e Cursilhista de Itajubá. Engenheiro civil e professor doutor do Instituto Federal Sul de Minas (Pouso Alegre - MG)


Voltar



Anuncie   •   Assine o newsletter   •   Contribua com conteúdo   •   Fale conosco

© 2010 CONEXÃO ITAJUBÁ - Site desenvolvido por B2ML Sistemas utilizando o sistema de gerenciamento de conteúdos b2mlportal.