Rádio Conexão Itajubá









EMPREENDA COM SUCESSO!









Minha mãe, Maria

16/05/2017

Por Paulo R. Labegalini

Maio, mês dedicado a Maria Santíssima. Rezamos mais vezes a Salve Rainha, a Ave Maria, e coroamos a imagem da nossa Mãezinha, oferecendo-lhe uma música que expressa todo amor do Pai a essa criatura maravilhosa: ‘Perfeito é quem te criou’. Uma das frases diz: ‘Se o Criador te coroou, te coroamos, ó Mãe, nossa Rainha!’. Abaixo de Jesus, ninguém supera as virtudes e o poder da Mãe de Deus.

E embora sabendo que não merecemos tantas graças que ela derrama sobre nós, continuamos pedindo e sendo atendidos; aliás, se não fosse pela intercessão dela, eu não estaria escrevendo este artigo. Meus filhos e netos também não estariam gozando de tanta saúde e paz se não tivéssemos pegado no terço e rezado constantemente por eles.

É por isso que publiquei há anos o livro ‘Minha Vida de Milagres’. Nele, eu conto todas as bênçãos que recebemos de Maria Santíssima. O livro anterior, ‘Mensagens que Agradam o Coração’, eu também ofereci a ela. Escolhemos a pessoa certa para nos proteger e agradarmos a Deus.

E como Deus abençoa quem ama sua querida Mãe, recebi de um outro filho apaixonado por ela esta reflexão:

“Certo dia, notei que num canto da mesa alguém havia colocado uma mensagem que dizia: Você quer ser gente? Então decore e vivencie estes 12 pontos:

1 – Três coisas devemos cultivar: o esforço, a verdade e a perseverança.

2 – Três qualidades devemos preservar: o caráter, a nobreza e a humildade.

3 – Três colunas devemos manter de pé: a calma, o otimismo e a serenidade.

4 – Três flores devemos plantar: a caridade, o bem e a cordialidade.

5 – Três tesouros que devemos sempre acumular: os amigos, a cultura e a família.

6 – Três sentimentos que devemos expulsar: a cobiça, o medo e o rancor.

7 – Três fontes inesgotáveis de energia para revigorar: a terra, o céu e o mar.

8 – Três bandidos devemos banir: o pessimismo, a covardia e o desânimo.

9 – Três legados preciosos devemos defender: a honra, a dignidade e a honestidade.

10 – Três diamantes devemos burilar: o trabalho, a justiça e a alegria.

11 – Três galhos devemos podar: a língua, a indisciplina e a maledicência.

12 – Três irmãs gêmeas que devemos nutrir: a fé, o amor e a esperança.”

No momento em que li estas virtudes, pensei em Maria. Ela, com certeza, soube praticar como ninguém todos estes pontos. Também por isso foi a escolhida entre todas as mulheres para gerar o próprio Deus em seu ventre. Hoje, como Mãe da Igreja, assume todos os nossos problemas e nos alivia das preocupações quando nos abandonamos em seu colo.

Temos que imitar aquela que é citada mais de uma dezena de vezes na Bíblia: na anunciação, na visita a Isabel, no sonho de José, no nascimento de Jesus, na fuga para o Egito, no recenseamento, no encontro de Jesus no Templo, nas bodas de Caná, na cura dos enfermos, ao pé da cruz, no cenáculo, no apocalipse de São João... Em cada passagem, estava uma mulher parecida com o povo brasileiro – sofrido, mas repleto de esperança em Deus.

Temos que despertar mais para Maria de Nazaré: usando escapulário, fazendo peregrinações a templos marianos e, principalmente, rezando o terço.

Ó Maria concebida sem pecado, Mãe amantíssima, rogai por nós que recorremos a vós; e que seja feita a vontade de seu santo Filho, Jesus.


Voltar



Anuncie   •   Assine o newsletter   •   Contribua com conteúdo   •   Fale conosco

© 2010 CONEXÃO ITAJUBÁ - Site desenvolvido por B2ML Sistemas utilizando o sistema de gerenciamento de conteúdos b2mlportal.