Rádio Panorama








EMPREENDA COM SUCESSO!









Folia de Reis do Ano Bom

Nascido em 1922 como Grupo Folclore de Santos Reis da Comunidade de Santo Antônio por João Andrade Filho que foi Mestre até 1938 quando a Bandeira da Folia passou às mãos de Mestre Elias Moisés da Silva.

No ano de 1951 assumiu a Bandeira Waldomiro Dias, conhecido como Mestre Ramiro permanecendo até 1953, ano em que a Bandeira passou às mãos de Waldomiro Salvador da Costa, o Mestre Waldomiro. Nesta ocasião o grupo recebeu o nome de Grupo Folclore dos Santos Reis da Comunidade de N.S. Aparecida. É assim até os dias de hoje.

O Grupo é formado por 8 cantores e 2 palhaços. Os cantores são divididos na seguinte ordem: 1 mestre, 1 contra-mestre, 1 corte, 1 recorte, 1 amarelinha, 1 tala, 1 turina, 1 requinta. São vozes que seguem em seqüência a voz do mestre na ordem descrita.

Como manda a tradição a Folia, em cada casa em que entra, faz uma oração cantada, em seguida um verso saudando a família e depois o pedido de ofertas. Se esta é entregue ao palhaço, a folia faz um verso agradecendo a pessoa que ofertou. Se a oferenda é dada à bandeira, a Folia faz 5 versos em nome da bandeira e um em nome da pessoa.

As oferendas arrecadadas ao longo dos dias serão utilizadas na Festa dos Santos Reis comemorada no dia 6 de janeiro, onde comida e bebida são servidas a comunidade. O restante é encaminhado para uma obra assistencial e para famílias carentes.

A Folia de Reis do Ano Bom é um dos estandartes da cultura e da tradição religiosa do Sul de Minas.




Anuncie   •   Assine o newsletter   •   Contribua com conteúdo   •   Fale conosco

© 2010 CONEXÃO ITAJUBÁ - Site desenvolvido por B2ML Sistemas utilizando o sistema de gerenciamento de conteúdos b2mlportal.