Rádio Conexão Itajubá








EMPREENDA COM SUCESSO!









A crescente evolução e procura da Previdência Privada: um modelo seguro a seguir?

09/11/2016

Por Sérgio Henrique Salvador

Sabido e consabido que a Previdência Pública como um todo possui diversos e notórios problemas a respeito.

Questões como defasagem salarial, fator previdenciário, limites, teto, regras confusas, déficit, enfim, são indicadores objetivos de que não é o melhor caminho em termos previdenciários.

Infelizmente, esse o cenário e pelo que se vê, longe de ser alterado para melhor.

De outro lado, uma crescente busca pelo modelo privado tem sido observado pelos indicadores oficiais.

E mais, uma maciça e alargada propaganda do pacote de benefícios de previdência privada acaba por contribuir para sua crescente procura, ao contrário da Previdência Pública, em que apenas e tão somente seus males são difundidos.

Com certeza, o modelo privado apresenta sim maiores garantias e certeiros elementos seguros para um correto planejamento previdenciário.

É que se trata de um modelo contratual, privado e inter-partes, podendo se socorrer as normas civilistas e mesmo de direito do consumidor para eventuais dúvidas a respeito.

De outro lado, por adesão, vale dizer, deve aderir ao sistema de forma lúcida e mais transparente possível.

Também, seu acompanhamento habitual do negócio em si, vale dizer, o contratante deve ter informações periódicas de suas contribuições, com ampla transparência a respeito.

Ademais, a possibilidade de mobilidade, ou seja, pode o contratante mudar de planos, se retirar, aportar investimentos, indicar beneficiários, enfim, várias possibilidades contratuais de dinamismo previdenciários, que não existem no sistema público, cogente e obrigatório.

E mais, uma forma de complementar a renda previdenciária da previdência pública, sem ter conexão vinculativa, ou seja, pode subsistir a privada sem a necessidade da pública.

De igual forma, as variantes dos planos privados, isto é, pode o contratante escolher um modelo especifico, mais benéfico com regras fiscais menos lesivas e atrativas, com taxas de administração e carregamento facilitadas.

Também, a existência de patrocinadores para planos empresariais, das categorias, enfim, um leque interessante para complementar a previdência pública de um segurado empregado.

Portanto, para um bom planejamento previdenciário, o modelo privado tem se mostrado como um campo seguro, confiável e rentável, podendo ser fiscalizado também pelos departamentos específicos do Estado, mas, principalmente pelo contratante, o destinatário-mor da razão de existir do plano.


Voltar



Anuncie   •   Assine o newsletter   •   Contribua com conteúdo   •   Fale conosco

© 2010 CONEXÃO ITAJUBÁ - Site desenvolvido por B2ML Sistemas utilizando o sistema de gerenciamento de conteúdos b2mlportal.