Rádio Conexão Itajubá








EMPREENDA COM SUCESSO!









NÃO EXISTE MAIS BOBO NESTA CÔRTE

18/06/2018

Por Prof. Ronaldo

Chegou o dia em que tradicionalmente é muito esperado pelo povo brasileiro, mesmos aqueles que não gostam e não acompanham o futebol: a estreia do Brasil em uma Copa do Mundo.

Mas essa expectativa com certeza não foi iguais aquelas que passaram. Algo nitidamente está diferente. As ruas não estão coloridas e enfeitadas como antes, os comentários dos mais de 200 milhões de técnicos momentâneos não são como antes. Até as tabelas que eram confeccionadas por muitas empresas para aproveitar os espaços publicitários desta vez não apareceram. E não coloquem culpa no desastre chamado 7 x 1 de 2014, pois os brasileiros são fanáticos para deixar que aquele campeonato de quatro anos atrás viesse influenciar o nível de vibração e expectativas.

Acredito ser a desilusão política e a crise econômica e moral que passa este nosso Brasil. Situação agravada pelos dias de greve geral no país. Este sim acredito, pois existem vários movimentos tentando boicotar as festas em ruas e praças como um meio de protestar contra os políticos. O conceito que estão tentando aplicar é que não tem como estar torcendo e dançando pelas ruas com o país neste estado. Lembrando as estratégias utilizadas pelo sistema político da ditadura militar que principalmente na Copa de 1970 aproveitou a alienação do povo em função do futebol para blindar os terrores que aconteciam nos gabinetes e quarteis deste mesmo Brasil.

Mas passando para o campo, esta Copa já vai ficar na história em função da utilização do sistema de vídeo para auxiliar a arbitragem. Algo muito esperado por quem deseja um futebol mais justo e sem as atrapalhadas dos árbitros de futebol que são criticados não somente no Brasil, mas por todo o mundo do futebol. Quanto ao jogo de estreia, é sempre complicado (independente do adversário), pois o maior adversário é o próprio fato de ser o primeiro. E isto ficou muito nítido pela tensão e ansiedade pela vitória que dominou os jogadores.

Agora que já passou o primeiro jogo, cabe aos jogadores tirarem essa pressão e vencer os dois próximos jogos que acredito,  que não terá dificuldades. Neymar ter mais calma e mostrar um pouco mais de sua ousadia que faltou no primeiro jogo. Não podemos dizer que ele não jogou bem, mas com certeza tem muita mais a dar para nossa seleção, assim como outros jogadores que sentiram o impacto da estreia. Ainda bem que este mal não atingiu somente o Brasil. Grandes favoritos como a Alemanha, Argentina também sofreram. Uma verdade já se mostra evidente na primeira rodada de grupos: Não existe mais bobo nesta corte.

Pelo menos essa é a minha opinião!


Voltar



Anuncie   •   Assine o newsletter   •   Contribua com conteúdo   •   Fale conosco

© 2010 CONEXÃO ITAJUBÁ - Site desenvolvido por B2ML Sistemas utilizando o sistema de gerenciamento de conteúdos b2mlportal.